O que fazer em Breda, a Pérola do Sul

Breda é uma das cidades mais charmosas da Holanda, localizada na província de Noord-Brabant. Ela é conhecida como a “pérola do sul” e com certeza vale uma visita. Repleta de história, monumentos e atividades culturais, confira aqui o que fazer em Breda:

 

placa

 

 

Breda é uma cidade bem antiga, obtendo o título de município em 1252. Em 1403 a cidade passou a ser da família Nassau, que posteriormente se ramificou em Oranje-Nassau, dinastia da atual família real holandesa.

Pela sua importância estratégica e militar, Breda esteve sob domínio espanhol durante alguns anos, e possui grande importância histórica. Durante a renascença, era a cidade mais importante do sul da Holanda, e mesmo hoje em dia, é uma das maiores cidades do país. É facilmente acessível de trem, então não tem desculpa para não vir!

O que fazer em Breda

Grote Kerk

 

Foto: Willen van den Boer

Grote Kerk (Foto: Willen van den Boer)

 

Breda é cheia de monumentos, mas o marco da cidade é sem dúvidas a Grote Kerk. Ela também é conhecida como Onze Lieve Vrouwkerk, ou Igreja de Nossa Senhora. Sua construção teve início em 1269 (!) como uma igrejinha de nada, e foi expandindo até virar essa catedral gótica suave que vemos hoje. Sua torre possui 97 metros de altura, então não se preocupe: mesmo se você for tão perdido e desorientado como eu, é possível ver a igreja de longe.

Dentro da Grote Kerk há a capela do príncipe, onde vários membros da família Nassau estão enterrados. A catedral inteira está repleta de referências à família, e é um prato cheio para quem curte história.

 

grote-kerk-breda

Bem singela por dentro, não?

 

O órgão da igreja é um dos maiores de toda a Holanda. Infelizmente não tive a oportunidade de vê-lo sendo tocado. Mas a entrada é de graça, e lá dentro é possível fazer um tour guiado por 5 euros. Infelizmente, quando eu fui, o tour era somente em holandês.

Quanto eu vejo essas mega atrações sem tanto suporte para turistas estrangeiros, sempre me pergunto quem veio primeiro, o ovo ou a galinha. Não tem tour em inglês porque turista não vem, ou os turistas não vem porque não tem tour em inglês?

No fim, eu acho que a maioria dos turistas vai só para Amsterdã e arredores.  Então vamos lá gente, vamos tirar essa bunda da cadeira e explorar mais o país para que mais atrações estejam em inglês, belê?

 

Castelo de Breda

No século XII se iniciou a construção de uma fortaleza, e a cidade de Breda na verdade cresceu ao redor dela. Willem van Oranje herdou a fortaleza, que foi fundamental na luta com os espanhóis.

O castelo de Breda já foi uma fortaleza, um palácio renascentista e desde 1928 funciona como Academia Militar Real. Então, pelo menos dessa vez, nada de visitas a quartos medievais bizarros.

 

Castelo de Breda

Castelo de Breda

 

 

Parque

Na frente da própria estação de trem há o parque municipal, que é uma delícia. Em um final de semana de sol você vê várias famílias curtindo o dia com a pirralhada, vários amigos relaxando e fazendo piquenique…

Ah, e no auge de Pokémon Go, eu também cacei altos pokémons nesse parque, fica a dica.

 

parque

 

Begijnhof

Esse jardim é um oásis tranquilo no meio do centro da cidade. Desde 1535 a ordem das beguinas (mulheres leigas católicas que praticavam uma vida calma e valorizando a contemplação) vivia ali. Elas dedicavam-se ao cuidado do doentes e pobres, mas sem precisar se sujeitar a regras de clausura e votos públicos.

 

Foto: MH Verkleind

Begijnhof (Foto: MH Verkleind)

 

Há também um museu que pode ser visitado, que mostra como era a vida das beguinas. Atualmente elas não moram mais lá, mas o lugar ainda é uma área residencial que deve ser respeitada. Por isso, assim como as mulheres que moraram lá há muitos séculos, quando você for visitar o Begijnhof, procure contemplar mais a paisagem e não fazer muito barulho.

 

Begijnhof

Casas ao redor do jardim – Begijnhof

 

Vida noturna

Apesar de ser uma cidade histórica, Breda possui uma vida noturna bem agitada. Ela abriga uma universidade de ciências aplicadas, e por conta disso, a vida noturna na cidade não deixa nada a desejar em relação a cidades maiores. O centro é povoado de barzinhos que borbulham todas as noites. Além disso, há vários eventos culturais no ano todo, como:

Carnaval

Breda Dancetour (também possui sua versão em Tilburg)

Breda Jazz Festival

 

O meu preferido de todos é o Breda Jazz Festival. Ele ocorre anualmente desde 1971, e é o maior e mais antigo festival do tipo na Holanda. Se você estiver por essas bandas do dia 25 a 28 de maio, com certeza vale a visita.

Aliás, já falei que só mencionei os eventos que são de graça? :D

 

Além de tudo isso, a cidade também possui vários museus. O principal é o Stedelijk Museum Breda, junção do museu de Breda com o museu da imagem. Vai ser inaugurado dia 16 de junho de 2017.

Todos os lugares que eu mencionei estão no centro na cidade, pertinho da estação. Então nada como perder (e se perder, se você for como eu) um dia inteiro andando por uma das cidades mais importantes do sul da Holanda, não?

Nos vemos em Breda! Boa viagem. :)

 

One response to “O que fazer em Breda, a Pérola do Sul”

  1. Celia Maria disse:

    Excelentes divas.
    Connect Breda e Concordia. Connect o pais alem de Amsterdam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *