Estudar e trabalhar na Holanda

Muita gente pergunta se é possível estudar e trabalhar na Holanda. O país não tem um custo de vida para estudantes lá muito baixo (principalmente se você mora em Amsterdã), por isso a questão financeira é bem importante. Mas e aí, como que faz para estudar e trabalhar na Holanda? Vem conferir todas as regras e dicas aqui:

Estudar e trabalhar na Holanda

Cidadãos Europeus

europeu

Vamos começar pelo mais fácil. Quem tem passaporte europeu não tem restrição nenhuma sobre a quantidade de horas que podem ser trabalhadas. Você não precisa de visto para estudar, nem para trabalhar. É só vir e ter o prazer de desviar de todas as armadilhas da burocracia holandesa.

 

O resto do povo

Tá, e quem não é das zoropa? Faz o quê, senta e chora?

Para o resto dos mortais, é necessário um visto para estudar na Holanda, como você pode conferir nesse link. Com o visto de estudante, você vai precisar de uma permissão de trabalho, e é importante notar que você só vai poder trabalhar na Holanda 10 horas por semana, no máximo.

A permissão de trabalho deve ser solicitada pelo empregador, a não ser que seja um estágio. Nesse caso, o empregador e a universidade vão assinar um contrato de estágio.

 

Seguro Saúde

seguro saude holanda

 

Mas atenção! Lembra que eu falei no post de quanto custa estudar na Holanda sobre o seguro saúde? Quem vem estudar na Holanda não precisa adquirir o seguro público holandês, que é mais caro. Dá para fechar com outras empresas, como a AON e a IPS, que fica beeem mais barato. Mas… tudo tem um porém nessa vida.

Se você for estudar e trabalhar na Holanda, você não vai poder mais usar os seguros privados. Nesse caso, você vai precisar pagar o seguro público de saúde holandês, que custa em média 100 euros por mês e tem uma política de risco próprio (eigen risico), em que os primeiros 350 euros são por sua conta. E isso é válido para todo mundo, independente de nacionalidade.

É chatinho? É. É meio caro? Pode ficar. Vários expats xingam muito no twitter por conta disso? Nossa, por esse e por outros aspectos da saúde holandesa, pode apostar que sim. Mas também não é o fim do mundo. Tem um benefício do governo que pode ser uma mão na roda nesse caso.

Zorgtoeslag

O chamado zorgtoeslag é um benefício do governo holandês para dar um help em quem tem até determinada renda anual a pagar o plano público de saúde. Ele se aplica dentro de algumas condições, como:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Ter nacionalidade holandesa ou uma permissão de residência válida;
  • Possuir o seguro saúde público holandês;
  • Se for solteiro, não possuir renda acima de € 27,857 por ano;
  • Se tiver um parceiro/cônjugue, a renda não pode ser maior do que € 35,116 por ano;

Se quiser checar todas as condições para conseguir o zorgtoeslag, clique aqui (em holandês, mas o Google tradutor é seu amigo). Para ver uma simulação de quanto você poderia receber do governo holandês, veja aqui (novamente, em holandês, bora treinar essa língua do cão meu povo).

 

E é fácil encontrar emprego como estudante?

estudar e trabalhar na holanda

 

Então… trabalhar e estudar na Holanda sem ser fluente pode ser um pouco complicado, dependendo da região em que você mora. Se você estiver em cidades grandes como Amsterdã, Roterdã e Haia, que são bem miscigenadas e cheias de estrangeiros, não deve ser difícil. O problema é que por conta da carga horária do curso, dificilmente você irá conseguir conciliar um emprego mais formal com os estudos. Muito provavelmente das 8 às 17h você vai estar em aula. O jeito é procurar bicos como garçom, vendedor, caixa de supermercado… nas cidades grandes, eles não são difíceis de encontrar, e nem sempre exigem fluência no holandês.

Agora, se você está em uma cidade menor, pode também ver outras alternativas. Uma opção seria em tipos de serviços mais braçais que não exigem a fluência no idioma, como trabalhar em armazéns ou em reposição de estoque. As vezes as próprias universidades holandesas possuem vagas no campus destinadas aos alunos. De forma geral, você vai ter que dar uma fuçada na sua cidade para ter uma noção de todas as opções.

 

Sites de busca

Tá, e como faz? Por onde começar? Você pode procurar emprego na Holanda em vários sites. Abaixo eu vou deixar alguns links te auxiliar na busca:

Indeed

Monsterboard

Graduateland

E tem vários outros sites para fuçar! Para os empregos part time para estudantes, eu achei que esses se enquadravam mais. Você conhece outros? Conta para mim nos comentários. :)

Você também pode procurar no site da prefeitura da sua cidade, que por vezes tem uma aba escrito vacatures (vagas). É só ir no Google e buscar “[nome da cidade] gemeente” ou “vacatures english [nome da cidade]”… enfim, brinque um pouco e seja criativo com as palavras-chave. Parttime e English serão os termos mais úteis nessa empreitada.

 

E por fim…

Nada como a boa e velha cara de pau, não é mesmo? Eu já contei aqui como um pouquinho de leve humilhação desibinição me ajudou a encontrar acomodação na Holanda. Só que isso é válido para qualquer coisa nessa vida, né não? Então nada supera a cara de pau. Se você precisa mesmo de um emprego para se manter enquanto estuda na Holanda, atualiza o LinkedIn, imprime o seu currículo (em inglês, peloamordedeus. Melhor ainda se for em holandês) e sai distribuindo nos estabelecimentos da sua cidade. Quem sabe alguém não gosta de você e decide te dar uma chance? ;)


 

Fontes:

Nuffic Neso Brasil

Site do governo holandês

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *